Somos sempre nós que escolhemos quem caminha ao nosso lado.

Para se se feliz com outra pessoa, em primeiro lugar nós precisamos de não precisar dela.

É cobardia da nossa parte depositarmos no outro a responsabilidade pela nossa felicidade. Sem rodeios, acho que é um fardo carregar todas as expectativas que os outros depositam em nós.

Devemos de gostar dos outros por aquilo que eles são, nunca por aquilo que nós esperemos que sejam. Acreditar não pode ir para lá daquilo que vemos, confiar tem de ficar aquém daquilo que nos é perceptível.
A empatia pode se criar num primeiro momento, numa primeira impressão, um sentimento não. É preciso gostar devagar, questionar, descobrir e depois gostar por inteiro.

É importante aproveitar tudo, mas mais importante ainda, nunca nos esquecer-mos de quem somos, daquilo em que acreditamos. Há momentos em que temos que parar e perceber que será possível continuar se algum dia quem caminha ao nosso lado nos mostrar que esse já não é o seu caminho.

Não há frieza nenhuma nisso, nem falta de amor. É fundamental provar ao outro que a nossa vida é muito melhor com ele nela, mas acima de tudo não ter medo de lhe mostrar que no dia em que ele quiser partir nós iremos reconstruir-nos.

15 comentários:

  1. Totalmente de acordo... Para nos sentirmos bem com outra pessoa temos de nos sentir bem sozinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Nem mais, em primeiro lugar temos de estar bem connosco e depois sim, com a outra pessoa! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Concordo tanto! Digo sempre que me amo mais do que outro alguém porque se não o fizesse não iria ser feliz nem conseguiria fazer ninguém feliz.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Estou a adorar a emoção que colocas em todos os teus textos. Fazem-nos sentir indentificadas com essas realidades. Obrigada :)

    ResponderEliminar
  5. «Devemos gostar dos outros por aquilo que eles são, nunca por aquilo que nós esperemos que sejam», ora nem mais!

    r: Muito, muito obrigada

    ResponderEliminar
  6. Que texto fantástico, não podia concordar mais contigo!
    beijinhos, The Fancy Cats | Giveaway Japan Candy Box

    ResponderEliminar
  7. Gostei bastante do texto.tens razão naquilo que dizes. Parabéns pelo blog! Segui

    ResponderEliminar
  8. Vou repetir o que a Andreia Morais diz, por ser aquilo que penso em absoluto: "«Devemos gostar dos outros por aquilo que eles são, nunca por aquilo que nós esperemos que sejam», ora nem mais!"
    E depois, aprendermos a estar com essa pessoa, a darmo-nos e a ajudar que a pessoa se dê um pouco também.É este o maior problemaa que tenho na minha vida, no que diz respeito com os irmão: eles querem o que eles esperam de mim, e aceitarem-me e entenderem-me não é com eles. Nunca me poderei moldar ao que eles querem sob pena de deixar ser o que sou. Feliz natal para si, que gosto de a ler.

    ResponderEliminar
  9. Orgulho-me de me sentir independente, apesar de adorar depender do amor do meu rapaz.

    ResponderEliminar
  10. 100% de acordo contigo!
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar